Reajuste de preço de remédios 2021: Como comunicar meu cliente?

A CMED (Câmera regulamentadora de preços para medicamentos), juntamente com o governo, aprovou um aumento médio de 4,88% nos medicamentos, e esse aumento está previsto para acontecer a partir do dia 31/03/21.

Tal percentual não significa um aumento automático nos preços dos medicamentos. Trata-se de uma definição de teto permitido para reajuste, onde cada empresa fabricante opta pela aplicação total ou parcial do índice, variando de acordo com as estratégias comerciais da empresa.

Apesar de ser um aumento regulado pela CMED, muitos lojistas não sabem passar essa notícia para seus clientes e isso acaba trazendo muito descontentamento e consequentemente a queda no faturamento.

Nesse artigo trouxemos 4 ações que devem ser feitas pelas farmácias e drogarias para preparar o consumidor para o reajuste de preço de remédios em 2021, além de uma lista com as melhores frases de aumento de preço que podem ser usadas para comunicar os clientes sobre os reajustes. Confira!

1.      Avise com antecedência

Jamais “pegue” o cliente de surpresa! A pessoa que está acostuma a sempre comprar medicamentos, principalmente aqueles de uso contínuo, costuma saber exatamente qual preço está pagando pelo produto. Quando o preço é reajustado sem nenhum aviso prévio, o cliente tem uma sensação ruim de ser “traído” pelo estabelecimento.

Para que isso não aconteça, o ideal é ir preparando o cliente para o reajuste! Confira as 7 melhores frases de aumento de preço:

  1. A partir do mês de março, a farmácia ABC irá repassar o reajuste de preço estabelecido pelo governo para os medicamentos.
  2. A farmácia ABC comunica aos seus clientes que à partir do mês de março, os medicamentos sofrerão reajuste de preço conforme a alíquota estabelecida pelos órgãos do governo que fazem a regulamentação do setor farmacêutico.
  3. Aviso: Conforme determinação do Governo (CMED) o preço dos medicamentos sofrerá reajuste a partir de DD/MM. Obrigado pela compreensão.
  4. A farmácia Bem Estar comunica que a partir de DD/MM os medicamentos sofrerão reajuste de preço conforme a tabela do Governo (CMED).
  5. Clientes, é com pesar que a farmácia Bem Estar comunica o repasse do aumento de preços definido pelo Governo (CMED) a partir de DD/MM. Pedimos sua compreensão.
  6. Comunicado: Após DD/MM o preço dos medicamentos será reajustado conforme a nova lista repassada pelo Governo (CMED). Contamos com sua compreensão.
  7. Aviso aos Clientes: A farmácia Bem Estar irá reajustar o preço dos medicamentos a partir de DD/MM, conforme estabelecido pela legislação do Governo (CMED). Agradecemos a compreensão.

Reajuste de preço de remédios 2021

2.      Justifique o aumento do preço

Aumentar o preço sem nenhum tipo de razão soa muito mal para quem está comprando. O recomendado é dar um respaldo ao consumidor com a justificativa plausível que motivou o reajuste do preço. Não precisa (e nem deve) mentir! Basta explicar realmente como funciona o aumento dos preços.

Para as farmácias e drogarias, a CMED, órgão vinculado à ANVISA, responsável pela regulamentação do setor estabelece o PMC (Preço Máximo ao Consumidor) e o PF (Preço de Fábrica).

Então o reajuste de preço de remédios simplesmente é repassado ao consumidor final. Essa já é uma boa justificativa que pode ser explicada pelo balconista ou atendente, quando o cliente questionar sobre o aumento dos preços.

Exemplos:

“O governo, por meio da CMED, aumentou em X.XX% o preço que os laboratórios podem vender os medicamentos para a farmácia. Então para não ter prejuízo, infelizmente a farmácia precisou repassar esse aumento no preço final”

“A farmácia não está ganhando nada com esse aumento, simplesmente o governo, através da CMED, autorizou os laboratórios aumentarem X.XX% o preço que a farmácia compra do distribuidor. Não tivemos outra escolha, senão repassar o valor para não ficarmos no prejuízo.”

3.      Ofereça alternativas

Nem todos os consumidores vão poder continuar comprando a mesma quantidade após a nova precificação dos medicamentos. Isso na prática vai impactar no fluxo de vendas.

Ao invés de ficar passivo diante dessa situação, você pode criar alternativas para esse mesmo consumidor manter o ticket médio de compras que tinha antes do reajuste.

Para fazer isso ofereça mais opões de formas de pagamento, como por exemplo mais parcelas no cartão e programas fidelidade.

4.      É preciso conhecimento de mercado para definir com assertividade sua precificação!

Com o reajuste de preço de remédios 2021, definir estratégias de precificação para cada categoria de produto é uma tarefa complexa que exige muito conhecimento de mercado.

Se você deseja ter os conhecimentos necessários para driblar o aumento dos medicamentos, venha fazer parte do Grupo CB Drogarias!

Além de possuirmos todos os conhecimentos de mercado necessários atrelados com muita experiência, nós possuímos parcerias com vários laboratórios, sempre oferecendo condições únicas aos nossos licenciados. Ficou interessado? Entre em contato conosco.


Fonte em: https://www.inovafarma.com.br/blog/frases-de-aumento-de-preco/

 

Deixe uma resposta